Happy hour na empresa: por que e como organizar?

Uma das maiores dificuldades enfrentadas hoje pelas empresas é manter os seus colaboradores motivados e engajados, sentindo-se parte daquele ambiente de trabalho. Como opção para resolvê-la, as organizações têm apostado em um momento de maior descontração entre os funcionários, estimulando a sua interação, troca de ideias e integração: o happy hour.

Além de melhorar o convívio entre os colaboradores, o happy hour na empresa proporciona momentos de ócio criativo, além de ser uma ótima maneira de aliviar o estresse e tornar a rotina de trabalho mais amena. Interessado?

Leia esse post até o fim e você descobrirá o que é happy hour, por que e como promovê-lo dentro da empresa. Vamos lá?

O que é happy hour?

O termo, que em português significa “hora feliz”, é conhecido como o período no fim do expediente, que sucede o trabalho, em que os colaboradores se reúnem para confraternizar, comer, beber e conversar sobre diversos assuntos. Isso pode acontecer em um bar, restaurante ou, até mesmo, na própria empresa.

Geralmente, a necessidade parte da pressão sofrida no cotidiano das empresas, além da formalidade nas relações verticalizadas no ambiente de trabalho e da falta de tempo para as trocas sociais durante a jornada. A prática serve como um alívio ao ritmo acelerado de trabalho e ao estresse decorrente da rotina ou ainda para comemorar os resultados alcançados pela equipe. Algumas corporações levam o happy hour tão a sério que estimulam internamente essa prática.  

Haja vista que ao socializarem em um ambiente diferente, as relações hierárquicas são suavizadas e é possível estreitar os laços entre os colaboradores, criando vínculos dentro e fora do ambiente de trabalho, o que gera reflexos positivos para a corporação.

Por que promover o happy hour na empresa?

Embora em um primeiro momento pareça perda de tempo ou uma atividade isolada aos interesses da empresa, como mencionado há pouco acima, o happy hour é uma importante ferramenta de motivação e amenização do estresse dentro das organizações. Além de estimular as trocas sociais e promover a cumplicidade entre os colaboradores, facilita as negociações de trabalho. Entenda!

Melhora na comunicação interpessoal         

É comum que algumas pessoas se sintam inibidas no meio empresarial. Se o ambiente for muito formal ou as pessoas forem pouco acessíveis, isso pode dificultar bastante a interação, especialmente entre os novos funcionários.

Já no happy hour, por estarem em um cenário mais descontraído e fora do ambiente competitivo da empresa, é comum que as pessoas e soltem mais. Com isso, a comunicação entre os funcionários melhora, quebrando barreiras como a timidez e a falta de convívio social.

Maior aproximação entre os colaboradores

Muitas oportunidades podem surgir a partir de um momento mais despreocupado, e essa pode ser uma ótima oportunidade para que o colaborador relaxe e mostre características implícitas da sua personalidade, que normalmente passariam despercebidas no escritório. 

Apesar de ser uma troca informal de ideias, nada impede que o assunto seja relacionado ao trabalho. Desses momentos podem aparecer propostas de negócios e alianças úteis dentro e fora da empresa.

Ao conhecendo melhor os colegas é possível compreender seu comportamento em determinadas situações, romper preconceitos e criar laços que fortalecem a equipe como um todo.

Maior espírito de equipe

Seja em um momento difícil, seja na hora das comemorações, outro ponto bastante benéfico é que o happy hour na empresa estimula o senso de unidade, despertando nas pessoas um maior espírito de equipe. É extremamente positivo que, a partir disso, os colaboradores assumam um posicionamento coletivo, dividam as conquistas e comemorem juntos os resultados.

Até mesmo nos momentos de crise o happy hour tem a função de garantir um instante de acolhimento, em que todos são capazes de se apoiar. Seja em uma crise financeira, mudanças de gestão e muitas outras situações.

Troca de experiências

Esse pode ser o momento perfeito para pedir a opinião de um colega sobre um problema do trabalho, sem se sentir intimidado, mas obter uma resposta positiva. Nessas situações as pessoas ficam mais suscetíveis a compartilhar suas histórias e experiências, de forma que é uma ótima ocasião para trocar experiências e agregar novos conceitos e informações ao próprio método de trabalho.

Aumente o networking

Além de confraternizar com seus colegas de equipe, é possível estender sua rede de contatos a outros setores e, até mesmo, estabelecer parcerias com outras empresas. Se o happy hour da organização for em um bar ou restaurante, isso certamente será mais fácil. Por se tratarem de locais públicos, é possível que muitas outras pessoas estejam presentes. Dessa forma, a chance de conhecer o amigo do amigo que pode se tornar parte da sua rede de contatos é enorme.

Já se sente mais empolgado imaginando os colaboradores da sua empresa trocando muitas informações produtivas? Ótimo! Então, preste atenção no próximo tópico!

Como promover o happy hour na empresa

Caso as reuniões após o trabalho não sejam um hábito e você seja o responsável pela organização do evento, é importante considerar algumas dicas importantes para que tudo ocorra bem. Fatores como o local, a decoração, as comidas, bebidas e a música são fundamentais. Entenda!

Buffet

Para começar, é preciso avaliar o número de pessoas que compõem a sua empresa. Se for um número significativo, como 80 ou mais, o ideal é contratar um buffet especializado, que tome conta do evento e simplifique o processo.

Em empresas menores, com menos colaboradores, você mesmo poderá organizar o evento. Nesse caso, opte por comidas leves e saborosas, como petiscos e afins, que não provoquem a sensação de “peso” nas pessoas logo após se alimentarem.

Como o horário do evento costuma ser no final da tarde, petiscos como canapés, torradinhas, amendoim, castanhas e salgadinhos são boas opções. Ideias mais práticas e fáceis de comer são mais interessantes do que alimentos que fazem muita sujeira ou que necessitam de muitos artefatos para servir.

Bebidas

Defina logo de início se o evento terá ou não de bebidas com teor alcoólico, mas, para isso, você precisará conhecer bem a sua equipe.

Certamente, abrir espaço para aquela cervejinha animará a turma e deixará o ambiente ainda mais descontraído. No entanto, existe o risco de alguns colaboradores não respeitarem certos limites e provocarem situações que podem causar desconforto nos demais.

Uma boa opção para evitar o risco e manter o evento descontraído, é disponibilizar bebidas alcoólicas e fazer um happy hour mais curto, com menor duração.

Organização

Não deixe de agendar o evento com antecedência para que os colaboradores possam se organizar para participar. Além disso, seja criativo no momento do convite, deixando a impressão certa sobre o tipo de evento que você gostaria que sua equipe compartilhasse.

É importante pensar estrategicamente sobre o horário e dia da semana. Geralmente, os melhores dias para fazer happy hour são na quinta ou sexta-feira, quando as equipes apresentam (bons) resultados a celebrar. Não esqueça de agendar logo após o fim do expediente, quando as pessoas estão realmente necessitando relaxar.

Decoração

Não é necessário exagerar na decoração. A sugestão é que pareça um encontro informal entre amigos. Se você caprichar demais, a produção pode causar o efeito contrário e inibir as pessoas. Além de ser periódico, o happy hour é um evento curto e no meio da semana.

É claro que o encontro merece atenção, mas sempre preze pelo conforto dos colaboradores. Lembre-se: menos é mais. Seja criativo. Velas são ótimas para decorar, assim como plantas e flores. Aposte em descansos de copos e guardanapos com estampas divertidas. Capriche na mesa de petiscos e pronto!

Local

O evento deve ser realizado em um local de fácil acesso, agradável, acolhedor e de preferência bem perto da empresa. Um restaurante ou bar podem ser ótimas sugestões. O importante é que todo mundo consiga encontrar o local com facilidade e se deslocar com segurança e comodidade até lá.

Ainda que seja dentro da própria empresa, invista em um espaço separado de onde as pessoas costumam trabalhar. Dedique-se a uma decoração diferente, ainda que consista apenas na disposição dos móveis. Além disso, uma boa música é fundamental.

Música

Uma sequência bem pensada de músicas pode mesmo animar qualquer evento. Entretanto, é melhor apostar em um repertório mais eclético. Evite músicas de boate ou com letras muito pesadas. A ideia é criar um ambiente descontraído, não transformar a situação em uma festa.

O excesso de bebidas com as músicas muito agitadas podem ser um desastre. E ninguém quer chegar no trabalho no dia seguinte morrendo de vergonha, não é mesmo?

Convidados

Saber quem convidar para o happy hour na empresa também é muito importante. Isso vai depender muito do tipo de evento que você planeja realizar. Se for algo mais informal, logo após o expediente, não há necessidade de estender o convite a parentes e acompanhantes.

Entretanto, se for algo mais parecido com uma festa, como um churrasco na casa de alguém, pode ser interessante permitir o comparecimento de familiares.

Essas são apenas algumas dicas para ajudá-lo a promover um evento produtivo e animado. O legal do happy hour na empresa é a habitualidade. Portanto, vale a pena criar o hábito de encontrar os colegas em algum local para descontrair, principalmente às sextas-feiras, quando a semana de trabalho normalmente é encerrada.

Não é necessário que seja nada elaborado ou que todos compareçam sempre, mas é bom saber que existe a possibilidade de passar um tempo com os companheiros depois de uma semana estressante.

Essa proposta descontraída é capaz de gerar muitos benefícios, tanto às pessoas quanto ao ambiente corporativo. Quebrar o estresse da rotina gera qualidade de vida, melhora a interação entre as pessoas, aumenta o senso de equipe, a cooperação e a parceria.

Além disso, o happy hour na empresa estimula a criatividade, a troca de ideias e a criação de uma rede de contatos sólida e duradoura. Dessa forma, se o ambiente de trabalho é bom, as pessoas trabalham com mais prazer e se tornam mais produtivas, trazendo benefícios diretos para a organização.

E aí? Animado para o próximo happy hour? Continue a leitura e saiba quais são as regras de etiqueta social que estão ultrapassadas e as que você não deve esquecer.

Gostou? Compartilhe com um amigo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carrinho de compras